Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Polícia agiu rápido e com eficiência no caso da médica Milena Gottardi, mas CRM-ES continua cobrando melhorias

“A Polícia agiu rápido, com eficiência e está de parabéns pelas prisões efetuadas. Mas a categoria médica continua preocupada com a segurança para trabalhar”, diz o presidente do Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo (CRM-ES), Carlos Magno Pretti Dalapicola, sobre o desfecho do caso Milena Gorrardi Tonini Frasson, assassinada dia 14 de setembro, ao sair do plantão médico, no Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (Hucam), também conhecido como Hospital das Clínicas.

Ainda segundo o Presidente do CRM-ES, o crime poderia ter ocorrido em outro local, mas ocorreu em um hospital público, onde as condições de segurança são inadequadas. Vamos continuar cobrando melhorias, tanto de segurança pública quanto de condições de trabalho para os profissionais.”

O CRM-ES permanece solidário com a família da médica e mantém a afirmação de que continuará incansável na luta por segurança para os profissionais da saúde. Insistentemente o CRM-ES denuncia a fragilidade do sistema, o que inclui a falta de segurança para todos: médicos, enfermeiros, pacientes e demais profissionais que atuam nas instituições de saúde.

Por diversas vezes, o risco de um profissional médico sofrer violência como a ocorrida com a médica Milena foi alertado, não somente pelo Conselho de Medicina, mas pelo Sindicato dos Médicos e pela Associação Médica do Espírito Santo. A luta por segurança e melhores condições de trabalho permance.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© CRMES 2013 - Rua Professora Emilia Franklin Mululo, n. 228 - Bento Ferreira - Vitória, ES - CEP 29.050-730
Telefones | Matriz: (27) 2122-0100 - Fax: (27) 2122-0117 • Colatina: (27) 3721-5310 • Cachoeiro de Itapemirim: (28) 3522-7589 • São Mateus: (27) 3763-3989 • Linhares: (27) 3372-2993