Iniciativa, que envolve Ministério da Saúde, companhias e FAB, tem como objetivo ampliar a oferta de voos e reduzir o tempo entre a retirada dos órgãos do doador e o transplante no receptor

Ministério da Saúde, empresas aéreas, Secretaria de Aviação Civil e Força Aérea Brasileira assinam nesta quarta-feira, 4, um acordo para facilitar o transporte de órgãos e tecidos usados em transplantes. A iniciativa tem como objetivo ampliar a oferta de voos e, com isso, reduzir o tempo entre a retirada dos órgãos do doador e o transplante no paciente receptor.

Como a assinatura, o governo quer ampliar em 10% o número de órgãos sólidos transportados. As empresas vão garantir vagas no avião tanto para equipes quanto para o material a ser transportado. Em casos de voos lotados, as companhias vão sugerir que passageiros voluntariamente cedam seu lugar e embarquem em outro avião.

De acordo com o governo, participam da iniciativa as empresas TAM Linhas Aéreas, VRG Linhas Aéreas , Grupo Gol, Azul Linhas Aéreas Brasileiras, Oceanair Linhas Aéreas e Passaredo Transporte Aéreos.

Com a assinatura, um representante da Central de Transplante do Ministério da Saúde terá acesso a informações sobre voos e logísticas de transporte, para poder escolher o melhor roteiro a ser percorrido. De acordo com o ministério, atualmente, vários Estados, principalmente da Região Norte, dependem da logística aérea para poder realizar transplantes.

Fonte: Estadão

 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.