O Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo (CRM-ES) vem externar seu apoio incondicional ao presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Dr. Mauro Luiz de Britto Ribeiro, que, por defender a autonomia médica como pilar fundamental do exercício de uma boa medicina, figura agora como investigado na CPI da Covid.

Ao posicionar nosso presidente como investigado, a CPI presta mais um desfavor à sociedade brasileira, que clama realmente por uma apuração dos grandes desvios e corrupção durante a pandemia. Tal CPI cria narrativas fantasiosas tentando desviar o foco de questões realmente importantes. Lamentável o uso político/ideológico de milhares de mortes.

O CFM, bem como seus regionais, sempre defendeu e continuará defendendo as prerrogativas médicas.

Não nos acovardaremos principalmente diante de ameaças que ponham em risco não somente o exercício da medicina, bem como a democracia brasileira.

Fabricio Otávio Gaburro Teixeira
Presidente do CRM-ES

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.