A eficiência da gestão pública e os desafios da Saúde para enfrentar as demandas represadas durante a pandemia da Covid-19 fazem parte das principais discussões do 8º Congresso Brasileiro Médico, Jurídico da Saúde, a ser realizado entre 26 e 29 de outubro, em Vitória. O Congresso foi lançado hoje (27), em evento realizado no Auditório Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo (CRM-ES). 

A Judicialização das políticas públicas da Saúde será o tema central do Congresso, promovido pelo CRM-ES, pela Ordem dos Advogados do Brasil e pela Associação Brasileira de Advogados de Saúde (Abras).

O presidente do CRM-ES, Dr. Fabrício Otávio Gaburro Teixeira, que abriu a cerimônia, falou dos desafios da saúde, como a falta de leitos gerais, e da importância de um evento como o Congresso Médico, Jurídico da Saúde. Para ele, é o local apropriado para debater os problemas e as soluções para a saúde pública. “É o maior evento de Saúde do Brasil”, disse o presidente.

O desembargador federal do TRF4, Dr. João Pedro Gebran Neto, que é doutor em Direito à Saúde, membro do Fórum Nacional da Saúde do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e um dos coordenadores técnicos do Congresso, participou de forma on-line e destacou a importância de Vitória, como referência nacional, na discussão dos temas ligados à Saúde.

Para o desembargador, durante a pandemia o Brasil mostrou todas as suas faces boas e ruins na Saúde. Ele ressaltou que o sistema de saúde, com a qualidade profissional que tem disponível, pode fazer muito mais.

A coordenadora executiva do Congresso e presidente da Abras, Dra. Clenir Avanza, elogiou a Diretoria do CRM-ES por participar como promotor do evento – nas edições anteriores, o Conselho era um apoiador do Congresso.

Segundo a coordenadora, o evento, que será híbrido – on-line e presencial, adaptado a todas as questões que envolvem a prevenção da pandemia da Covid-19 –, tem uma importância muito maior neste momento, em função da pandemia e do crescimento das demandas judiciais.

A procuradora de Justiça do Ministério Público do Ceará e presidente da Associação Nacional de Procuradores de Defesa da Saúde, Dra, Isabel Maria Salustiano Arruda Porto, destacou que o Congresso Brasileiro ganhou mais força, especialmente em um momento que os procuradores ainda trabalham tanto em função da pandemia.

Participaram do evento de lançamento, além de representantes do CRM-ES e da Abras, o secretário-geral da OAB, Marcus Felipe Botelho Pereira, o subsecretário de Saúde, Tadeu Marino, os deputados estaduais Dr. Hércules Silveira, que é o coordenador institucional do Congresso, Dr. Emílio Mameri e Capitão Assunção, o juiz de direito e representante do Tribunal de Justiça no evento, Dr. Rubens Cruz, o secretário de Finanças de Vitória, Aridelmo Teixeira, e a presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo (Coren-ES), Andressa Barcellos de Oliveira, entre outras autoridades.

Veja mais sobre o evento de lançamento no link https://www.youtube.com/watch?v=Mjlk5PqqxPw

Veja a programação e como fazer a inscrição no site www.congressomedicojuridicodasaude.com

Dr. Fabrício Gaburro

O presidente do CRM-ES, Dr. Fabrício Gaburro, falou sobre os desafios da Saúde

Dra. Clenir 2

A presidente da Abras, Dra. Clenir Avanza, apresentou a programação do evento

Evento

O desembargador Dr. João Pedro Gebran Neto descatou a importância do debate

 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.