No mês da prevenção de acidentes do trabalho, o Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo (CRM-ES), junto com o Conselho Federal de Medicina (CFM), adere ao movimento Abril Verde. O Conselho de Medicina será a única autarquia de fiscalização da atividade profissional a colaborar com a iniciativa e aderir a esse movimento. A ação será conduzida pelo Ministério do Trabalho (MTE), em parceria com os ministérios da Previdência Social, Saúde, Ministério Público do Trabalho e Tribunal Superior do Trabalho.

O objetivo é sensibilizar a sociedade, especialmente empregadores e trabalhadores, sobre a importância da prevenção dos acidentes de trabalho. Ferimentos, doenças e mortes causados pelo trabalho geraram uma despesa estimada em R$ 71 bilhões em 2015, de acordo com a Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) do MTE.

O CFM apoia a Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho e divulgará aos médicos informações sobre o movimento. Durante o mês de abril, quando é celebrado, no dia 28, o Dia Nacional em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho, a sede da autarquia será iluminada na cor verde.

De acordo com o presidente do CFM, Carlos Vital, “a medicina pode oferecer excelente contribuição à prevenção dos acidentes de trabalho e à melhora da qualidade de vida dos trabalhadores. Os médicos têm papel relevante no processo de prevenção às doenças e acidentes ocupacionais. Essa é uma missão a ser cumprida com dedicação em prol da saúde dos trabalhadores brasileiros”.

Abril Verde – O Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho é lembrado em 28 de abril, porque no ano de 1969 houve uma explosão na mina da cidade de Farmington, estado da Virgínia, nos Estados Unidos, matando 78 trabalhadores. A Organização Internacional do Trabalho (OIT) também instituiu, em 2003, a data como o Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho. Verde foi a cor escolhida por estar associada aos cursos relacionados à saúde. O símbolo é o laço verde.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.