Falta de programação, de planejamento, enfim, de uma boa gestão. Este sim é o grande problema da saúde pública no município de Cariacica. Essa lamentável constatação foi apresentada hoje, 18/7, em reportagem no Bom Dia Espírito Santo, da TV Gazeta, quando cenas de superlotação de pacientes no PA de Santa Fé aguardavam não somente atendimento médico, mas fichas para serem atendidos.

Adultos e crianças passaram a noite na fila na esperança de conseguir atendimento médico e muitos não conseguiram. Independentemente de conseguir atendimento, é desumano essa falta de controle que leva famílias a passarem a noite em filas para conseguir fichas para consultas médicas.

E qual a “justificativa” da Prefeitura de Cariacica? Férias de dois médicos. Onde está a gestão pública que não programou e providenciou a ocupação dos horários desses profissionais em férias por outros médicos, da mesma especialidade, até o retorno dos titulares das merecidas férias?

Todos os profissionais merecem e precisam, por questões de saúde, de gozar férias. E toda gestão, pública ou privada, precisa programar o bom funcionamento do setor durante o período de férias de seus funcionários. O que não pode e é inaceitável é prejudicar o atendimento à população e sobrecarregar os colegas de trabalho.

É essa falta de gestão, de controle da saúde pública que o Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo (CRM-ES) vem denunciando e conseguindo, junto com ações movidas pelo Ministério Público, pressão na tentativa de minimizar o sofrimento da população e a sobrecarga de trabalho para o médico.

Também não é raro a municipalidade argumentar que os médicos não comparecem aos concursos públicos abertos e, por esse motivo, faltam médicos para trabalhar. Mas os gestores “esquecem” de informar que as condições de trabalho e a remuneração oferecidas não suprem a necessidade mínima para o profissional exercer dignamente sua profissão. Mais uma vez fica evidente a falta de uma boa gestão.

Carlos Magno Pretti Dalapicola
Presidente do CRM-ES

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.