Diante da ineficiência e inabilidade do ministro da Saúde, Ricardo Barros, na resolução dos graves problemas que assolam a saúde púbica brasileira e da sua postura desesperada de tentar culpar ao médico pelo caos instalado no sistema público de saúde, o CRM-ES torna público o seu apoio ao Movimento Fora Barros, marcado pelas entidades sindicais, para o dia 3 de agosto, em todo o Brasil.

O CRM-ES vem, incansavelmente, propondo melhorias e apontando o caminho para a recuperação da saúde pública no Espírito Santo. Fiscalizações são realizadas e detalhados relatórios indicando os problemas são encaminhados para os gestores e autoridades públicas em busca das soluções para o resgate do bom atendimento nas unidades de saúde pública.

Apesar da grande insatisfação da classe médica, em função das péssimas condições de trabalho, da baixa remuneração, da violência cada vez mais comum nas unidades de saúde, que comprometem o atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), os médicos continuam prestando o melhor serviço possível à população, sem abandonar seus postos de trabalho.

Na manifestação do dia 3 de agosto, inclusive, o Conselho recomenda ao médico que não abandone sua jornada de trabalho, principalmente nos serviços de urgência e emergência. O CRM-ES apoia o movimento e estará presente junto com os profissionais que concluíram seus plantões e suas horas diárias de trabalho.

À sociedade, que anseia pela retribuição em serviços de qualidade pelos impostos que paga, o nosso compromisso de continuar lutando por um sistema de saúde pública que possa atender às necessidades, especialmente, da população menos favorecida.

Diretoria do CRM-ES

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.