O setor de Fiscalização do CRM-ES, junto com o presidente da Autarquia capixaba, Severino Dantas Filho, vistoriou o Hospital da Polícia Militar (HPM), no dia 1.º de dezembro, para verificar as condições de atendimento da instituição. A visita foi acordada na manhã do dia 27 do mesmo mês entre o presidente do Conselho e a Diretoria do HPM.

O objetivo foi diagnosticar as reais condições de funcionamento do Hospital, identificar as melhorias necessárias, elaborar um Relatório de Fiscalização e solicitar oficialmente a colaboração das autoridades públicas capixabas.

Segundo Dantas Filho, a unidade precisa de melhorias em sua estrutura, como pintura. Mas o grande problema é a falta de médico contratado. “Vários médicos militares se aposentaram e outros não foram contratados para ocupar as vagas existentes”, informa ele.

“O HPM possui seis leitos de UTI e dois de isolamento, mas não tem médico suficiente para atender. As condições estruturais precisam de ajustes, mas sem gravidade. O Estado está com déficit de vagas, possui um hospital em boas condições de prestar atendimento, mas não tem pessoal suficiente para realizar os atendimentos e, por isso, corre o risco de fechar leitos”, desabafa Dantas Filho.

O Relatório de Fiscalização do CRM-ES está em fase de elaboração para ser entregue aos gestores do HPM, à Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), ao governador do Estado e demais autoridades competentes da área.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.