O presidente do CRM-ES, Celso Murad, participa essa semana do I Encontro Nacional dos Conselhos de Medicina de 2019 (I ENCM 2019), em Recife (PE). Hoje, também em Recife, Murad esteve na reunião dos presidentes dos conselhos regionais com a diretoria do Conselho Federal de Medicina que, entre outros assuntos, discutiu a modernização do sistema de julgamento e a implantação da identidade médica digital (e-CRM).

No que diz respeito ao sistema de julgamento, no último dia 26 a tramitação eletrônica dos processos começou a ser tornar realidade, quando a 1ª Câmara de Julgamentos do CFM julgou dez sindicâncias por meio do Processo Ético-Profissional Eletrônico (e-PEP). A implantação do e-PEP levou dois anos de planejamento.

A expectativa é de que, até o mês de outubro, todos os processos ético-profissionais tramitem de forma online. Com o processo eletrônico, papéis deixarão de ser enviados a Brasília, o que acarretará em economia de recursos e celeridade na tramitação. Os julgadores também terão acesso aos processos em qualquer lugar, por meio da certificação digital. Para implementar a informatização, o CFM investiu cerca de R$ 4 milhões.

Outra novidade debatida na reunião de hoje, a e-CRM, passa a ser oferecida nos mesmos moldes de outros documentos eletrônicos, como Carteira Nacional de Habilitação Digital (CNH-e) e o e-Título (aplicativo móvel para obtenção da via digital do título de eleitor).

O presidente do CRM-ES, Celso Murad, já está de posse da sua e-CRM. Todos os médicos ativos terão acesso ao e-CRM para que possam ser reconhecidos no mundo virtual. De acordo com o diretor de Comunicação e Informática do CFM, Hermann von Tiesenhausen, a identidade em versão digital “poderá permitir até mesmo a assinatura de documentos médicos a partir dessa credencial, pois ela carregará o atributo eletrônico com certificação do Conselho Federal de Medicina.

I ENCM 2019

Amanhã, quando começa o I Encontro Nacional dos Conselhos de Medicina de 2019 (I ENCM 2019), os dirigentes dos 27 CRMs e do CFM irão debater temas que configuram desafios para o exercício profissional e para a assistência em saúde da população brasileira. Além deles, estarão presentes especialistas convidados, que farão exposições sobre alguns dos temas da programação.

No segundo dia do Encontro, 4/4, Celso Murad vai coordenar a mesa cujo tema em debate será “Autonomia profissional do médico no SUS e na Saúde Suplementar”. Os expositores do tema serão os conselheiros federais Salomão Rodrigues Filho e Donizetti Dimer Giamberardino Filho.

Como foco do último dia do Encontro será realizada a conferência “Telemedicina”, com apresentação a ser feita pelo conselheiro federal Nemésio Tomasella de Oliveira, e conferência do médico Chao Lung Wen, membro da Câmara Técnica de Informática em Saúde do CFM. Também abordarão o tema, o coordenador nacional da Rede Universitária de Telemedicina (RUTE) e os conselheiros federais Jecé Brandão (Bahia), Henrique Batista e Silva (Sergipe) e Aldemir Humberto Soares (conselheiro indicado pela Associação Médica Brasileira).

CLIQUE AQUI e confira a programação

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.