Em reportagem especial, publicada no dia 1.º de outubro, o jornal A Gazeta mostra a facilidade com que atestados médicos falsos são encontrados e distribuídos pela internet.

Nesta mesma reportagem, o presidente do CRM-ES, Carlos Magno Pretti Dalapicola, alerta a classe médica para, em caso de roubo ou perda do carimbo médico, registrar o mais rápido possível um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima. “É uma forma de o médico se resguardar, caso seu registro seja utilizado indevidamente em algum momento”, alerta.

Dalapicola também chama a atenção para as denúncias que chegam ao Conselho. Cerca de 5% são de empresas que desconfiam da autenticidade de atestados ou do número de dias fornecidos pelo médico. Nessas situações, o profissional é chamado para prestar declarações ao Conselho e, caso seja identificada fraude, a informação é repassada às empresas, que devem acionar a polícia e tomar as devidas medidas trabalhistas.

Veja a matéria completa:
 

http://www.gazetaonline.com.br/noticias/cidades/2017/09/farra-dos-atestados-a-cada-100-entregues-no-estado-30-sao-falsos-1014101947.html

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.