Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Decisão do MEC atende às demandas do CRM-ES

A suspensão da abertura de novas vagas e novos cursos de medicina no Brasil atende às demandas do Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo (CRM-ES) que, há anos, luta contra a abertura indiscriminada de escolas de medicina no País.

A Portaria nº 328, do Ministério da Educação, publicada hoje, 6 de abril, no Diário Oficial da União, suspende por cinco anos a criação de novos cursos de medicina e a ampliação de vagas nos já existentes em todo o Brasil.

O ministério também publicou a Portaria nº 329 orientando os Conselhos de Educação, que possuem autonomia para autorizar a criação de novas escolas, a também seguir essa determinação. A medida vale para instituições privadas e públicas federais, estaduais e municipais.

O presidente do CRM-ES, Carlos Magno Pretti Dalapicola, reforça que essa determinação vem a atender às demandas das entidades médicas, no que diz respeito à abertura indiscriminada de escolas de medicina no Brasil. Sem um critério rigoroso para a ampliação de vagas em escolas de medicina, a qualidade do ensino fica comprometida. "Essa é uma luta que estamos travando há anos e, pelo que tudo indica, estamos alcançando resultado. Continuaremos atentos aos novos desdobramentos e dispostos a participar das discussões com o governo federal", finaliza Dalapicola.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© CRMES 2013 - Rua Professora Emilia Franklin Mululo, n. 228 - Bento Ferreira - Vitória, ES - CEP 29.050-730
Telefones | Matriz: (27) 2122-0100 - Fax: (27) 2122-0117 • Colatina: (27) 3721-5310 • Cachoeiro de Itapemirim: (28) 3522-7589 • São Mateus: (27) 3763-3989 • Linhares: (27) 3372-2993