Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Após reunião do CRM-ES e Simes com médicos, diretoria da Fhasdomar renuncia e MP deverá indicar interventor

O site Montanhas Capixabas traz hoje (25/5) a notícia de que a diretoria da Fundação Hospitalar e de Assistência Social de Domingos Martins (Fhasdomar) renunciou, no último dia 21, e caberá agora ao Ministério Público indicar um interventor para o Hospital e Maternidade Dr. Arthur Gerhardt, cuja mantenedora é a Fhasdomar.

No dia 17 de maio, os presidentes do Conselho Regional de Medicina (CRM-ES) e do Sindicato dos Médicos do Espírito Santo (Simes), respectivamente Carlos Magno Pretti Dalapicola e Otto Baptista, estiveram no Hospital e se reuniram com os médicos, que, entre outras reclamações, denunciaram atraso no pagamento dos salários.

O CRM-ES e o Simes enviaram, então, um ofício ao Ministério Público, ao Prefeito de Domingos Martins e à Secretaria de Saúde do município informando a situação atual e o risco de o hospital ficar sem atendimento médico.

Hoje, 25/5, a notícia de renúncia da diretoria da entidade mantenedora do Hospital e Maternidade Dr. Arthur Gerhardt é publicada na internet. Confira aqui.

 

A AÇÃO DO CRM-ES E DO SIMES PUBLICADA NO DIA 18/5

Médicos denunciam más condições de trabalho e atraso no pagamento dos salários das equipes de pediatria, clínica médica e enfermaria do Hospital e Maternidade Dr. Arthur Gerhardt, em Domingos Martins, e representantes do Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo (CRM-ES) e Sindicato dos Médicos do Espírito Santo (Simes) vão ao local e se reúnem com os profissionais que atuam no local.

O presidente do CRM-ES, Carlos Magno Pretti Dalapicola, presente, no último dia 17, na vistoria realizada no Hospital e consequente reunião com os médicos, informa que o atendimento em setores ligados à área de pediatria corre o risco de ser suspenso, o que comprometerá também o atendimento na maternidade e, consequentemente, no pronto-socorro.

O presidente do Simes, Otto Baptista, informa que a maior preocupação é com a população da região. "O maior desafio é manter o hospital funcionando. A expectativa não é das melhores, e ela compromete demais os atendimentos. Eu espero que os gestores desse hospital encontrem uma solução financeira para que esse problema seja resolvido. A dívida é grande e o maior problema é a falta de dinheiro", destacou.

De acordo com o que foi constatado na reunião com os médicos, são três meses de salários atrasados e os profissionais em questão fazem parte de empresas que prestam serviços por meio de contratos e estes atrasos configuram quebra de contrato por parte da instituição.

"Os profissionais têm prazo legal de 30 dias para informar se vão continuar no hospital ou se vão confirmar a saída da instituição, Mas, embora a gestão não esteja arcando com os seus vencimentos, os médicos seguem trabalhando e cumprindo seu papel no contrato", afirmou o advogado do Simes, Luiz Télvio Valim, também presente na vistoria e reunião com os médicos, dia 17 último.

O Hospital e Maternidade Dr. Arthur Gerhardt é uma unidade hospitalar filantrópica gerida pela Fundação Hospitalar e de Assistência Social de Domingos Martins (Fhasdomar) e atende a pacientes de diversos municípios do Estado. Além dos moradores de Domingos Martins, também recebe pacientes de Viana, Cariacica, Guarapari, Santa Maria de Jetibá e demais municípios próximos que não conseguem atender toda a demanda existente.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© CRMES 2013 - Rua Professora Emilia Franklin Mululo, n. 228 - Bento Ferreira - Vitória, ES - CEP 29.050-730
Telefones | Matriz: (27) 2122-0100 - Fax: (27) 2122-0117 • Colatina: (27) 3721-5310 • Cachoeiro de Itapemirim: (28) 3522-7589 • São Mateus: (27) 3763-3989 • Linhares: (27) 3372-2993