Rede dos Conselhos de Medicina
Novas regras asseguram direitos ao parto humanizado

 

A partir de agora, as maternidades do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão seguir novas regras que asseguram o direito de as gestantes optarem pelo parto humanizado. No último dia 12, o Ministério da Saúde divulgou portaria nesse sentido.

De acordo com a Portaria, o bebê, ao nascer, deve ser colocado de imediato em contato com a mãe, favorecendo a primeira mamada. O objetivo é diminuir os riscos de mortes neonatais, além de anemia, justifica o texto.

Outra regra é de que o ambiente para o parto esteja com temperatura em torno de 26 graus para evitar a perda de calor. Também o corte do cordão umbilical deve ser feito após o fim de suas pulsações, cerca de um a três minutos pós-parto.

 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner